5/28/2010

CAPITALISMO 23

BECERRA, Santiago Niño, O Crash de 2010. Lisboa: ed. Planeta, 2009 (Ca. 205 pp. e 17.50 euros)

“Os sessenta e oito anos do período 1748-1815 devem ter sido atraentes, fascinantes, mas por sua vez também terríveis, violentos e instáveis. Esses anos englobam uma crise de final de sistema e embora na crise de 2010 o sistema capitalista não vá terminar, irão verificar-se mudanças profundas como consequência dela. De resto, os tempos que estamos a viver assemelham-se, no que respeita a significação sistémica, aos anos do sec. XVIII em que se definiu a estrutura que se desenvolveu no novo sistema, no capitalismo” (p. 168)

“ (…) prevalecerá a ideia da reutilização, o conceito de barato, de outlet, de feiras, de útil, em conclusão, tanto  porque as quantidades de recursos vão ser escassos quanto porque os rendimentos individuais médios vão sofrer um importante retrocesso, ao mesmo tempo que a capacidade de endividamento pessoal praticamente desaparecerá.
(…) A criação de novos elementos vai ser cada vez mais difícil e por isso será preciso tirar partido de tudo o que existe; essa será a ideia fundamental desse período, a ideia que pode ser resumida numa frase «o necessário é o importante».”  (pp. 120,1)

1 comentário:

  1. Brillant piece of information, I had come to know about your web-page from my friend karthik, Hyderabad,i have read atleast 9 posts of yours by now, and let me tell you, your webpage gives the best and the most interesting information. This is just the kind of information that i had been looking for, i'm already your rss reader now and i would regularly watch out for the new posts, once again hats off to you! Thanx a million once again, Regards, bob marley quotes

    ResponderEliminar

Arquivo do blogue